top of page

Novo Ensino Médio, aprender a empreender

Para muitas pessoas, o início do ano é o momento de fazer planos profissionais e acadêmicos para almejar um futuro próspero a médio e a longo prazo. Em 2023, com a mudança de governo em níveis federal e estadual, podemos inferir que novas políticas devem ser implementadas em diferentes áreas e que outras continuarão a ser executadas, mesmo as que já estavam estabelecidas no governo anterior. Uma delas é o Novo Ensino Médio.


Em 2023, a nova disposição do Ensino Médio, além de permitir aos alunos estudar os tradicionais componentes curriculares da formação geral básica que integram o currículo dessa etapa –, prevê a oferta de variados itinerários formativos, seja para o aprofundamento acadêmico em uma ou mais áreas do conhecimento, seja para a formação técnica e profissional. Cada grupo escolar ou rede de ensino tem autonomia para elaborar os seus itinerários formativos. Caberá aos estudantes fazer a escolha que melhor se adeque ao futuro que deseja trilhar. Essa nova configuração possibilitará aos estudantes alinhar os seus estudos aos seus objetivos por meio de um projeto de vida que permita preparar-se para o Ensino Superior ou capacitar-se tecnicamente para atuar no mundo do trabalho.


Independentemente de a escola ser pública ou privada, essas mudanças terão que ser implementadas. Entretanto, a realidade dos estudantes de escolas públicas se difere da dos alunos de escolas privadas, seja pela diferença social e econômica, seja pela expectativa ao se formar no Ensino Médio. Com essas alterações promovidas no Novo Ensino Médio, estudantes de escolas públicas que tenham como projeto de vida atuar em sua própria comunidade poderão seguir para o itinerário formativo de formação técnica e profissional, a fim de se tornarem futuros empreendedores.


Conforme consta na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), os diferentes itinerários formativos ofertados pelas escolas devem considerar a realidade local, os anseios da comunidade escolar e os recursos físicos, materiais e humanos das redes e instituições escolares de forma a propiciar aos estudantes possibilidades efetivas para construir e desenvolver seus projetos de vida e se integrar de forma consciente e autônoma na vida cidadã e no mundo do trabalho. Atualmente, uma possibilidade de atuação para aqueles estudantes que desejam empreender é a área de sustentabilidade. Uma necessidade imposta pelo mundo contemporâneo é que as pessoas busquem manter uma vida sustentável aliada à melhor qualidade de vida e ao baixo consumo de recursos naturais. Para isso, as pessoas precisam adotar práticas de sustentabilidade em seu entorno para serem protagonistas dessas mudanças.


A Sociedade do Sol, desde a sua formação, dedica-se ao desenvolvimento de tecnologias sociais nas áreas de energia solar e renovável e programas de educação ambiental junto às comunidades e às organizações. Dessa forma, a Sociedade do Sol elaborou o curso EAD “Técnicas de Soluções Sustentáveis”, cujo objetivo é incentivar o empreendedorismo sustentável e capacitar pessoas para que atuem nessa área e se tornem disseminadoras de ações sustentáveis na comunidade em que atuam. O curso tem carga horária de 16 horas e é composto de quatro módulos de 4 horas cada, que abordam os seguintes tópicos:


Módulo 1: Empreendedorismo sustentável

· Conceito de empreendedorismo

· Empreendedorismo sustentável

· Relacionamento interpessoal

· Orçamento de produtos e serviços


Módulo 2: Água

· Sistema de abastecimento

· Uso doméstico nos dispositivos hidráulicos

· Análise do consumo e do custo

· Ações de conservação e uso racional

· Boas práticas em hidráulica


Módulo 3: Energia elétrica

· Geração e distribuição

· Uso residencial dos equipamentos e dispositivos elétricos

· Análise do consumo e do custo

· Ações de conservação e uso racional

· Boas práticas em eletricidade

Módulo 4: Soluções sustentáveis

· Processo de etiquetagem de edificações no Brasil

· Equipamentos para a conservação e uso racional de água, energia elétrica e gás

· Ações sustentáveis para o lixo: coleta seletiva e compostagem

· Iluminação natural e lâmpadas eficientes

· Segurança e planejamento do trabalho


 

Texto de Roberto Matajs Mestre em energia pelo IEE/USP, co-autor do livro Um banho de Sol para o Brasil e professor da Sociedade do Sol.


Para mais informações sobre esse curso, acesse o link

<https://www.sociedadedosol.org.br/cursos>.

69 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page