História

A história da SoSol começa alguns anos antes da criação da ONG, como hoje é conhecida. As primeiras atividades se realizam por conta da iniciativa do engenheiro elétrico Augustin T. Woelz e o técnico em mecânica e química José Ângelo Contini, em 1992, que com apoio de um especialista em energia solar térmica tradicional (metal), recém-chegado de Portugal, o técnico em mecânica Pedro L. Anselmo, dão os primeiros passos para o desenvolvimento de sistemas hidráulicos simples.

O projeto dos empreendedores ganha força com a aproximação do grupo junto a uma equipe do SEBRAE/SP do Vale do Paraíba, que os convidam a apresentar o primeiro protótipo do ASBC durante a Eco/92, no estande nacional da instituição, sob o mote proposto “Um aquecedor Solar em cada lar”.

Em 1999, o grupo de pesquisadores ligados ao ASBC, passa a ocupar espaço no CIETEC, considerado hoje o maior centro de incubação de projetos de inovação tecnológica da América do Sul. Importante lembrar a colaboração do engenheiro civil Alexandre de Magalhães Andrade, que atuou na SoSol entre 2000 e 2001, e a quem podem ser atribuído um grande salto nas áreas de P&D tecnológico e nos laboratórios.

Em 2001, foi criada formalmente a Associação Sociedade do Sol. A partir daí, a organização tem sua atuação marcada pelo aperfeiçoamento de soluções tecnológicas para a geração de energia, compartilhando conhecimento com a realização de cursos de qualificação, publicação de manuais e vídeos sobre o ASBC na Internet e redes sociais e monitoramento de atividades realizadas por voluntários e monitores espalhados por todo o País.